terça-feira, 30 de abril de 2013

Gene antienvelhecimento é identificado

Os seres humanos foram à procura de uma fonte da juventude por séculos. Na falta desta, procedimentos estéticos e produtos cosméticos se tornaram uma resposta comum para o combate do envelhecimento precoce. Enquanto ainda não se descobre uma fonte mitológica de antienvelhecimento, um gene antienvelhecimento que suprime tumores foi identificado. Tal descoberta permite envelhecer  na esperança de ter mais qualidade de vida.


Gene antienvelhecimento é identificado | Clínica Weiss | Hugo Weiss Dermatologista



O gene antienvelhecimento é conhecido como a proteína SIRT6. Sua presença no organismo não só ajuda a suprimir o câncer, como a falta ou a perda da proteína pode ter um efeito oposto. Pesquisas realizadas em laboratórios apontam que um rato sem SIRT6 pode ficar mais suscetível à doença. De acordo com uma pesquisa realizada pela Harvard Medical School e do Sistema Único de Saúde de Michigan, o tamanho do tumor pode aumentar de acordo com a perda da proteína. Perda de SIRT6 pode também tornar os tumores mais numerosos e agressivos no corpo. Os cânceres de cólon e pâncreas podem se alastrar quando o corpo perde a proteína.

A longevidade em ratos do sexo masculino tem sido associada com o gene de antienvelhecimento.  Mais estudos sobre a proteína podem fornecer os avanços da ciência e da estética, resultando em melhores recomendações dietéticas, produtos antienvelhecimento e procedimentos disponíveis para o público, e avanços no estilo de vida geral de modificação para uma vida mais longa.

Algumas das pesquisas sobre o gene antienvelhecimento indicam que a proteína pode oferecer proteção para os seres humanos contra o desenvolvimento da obesidade. Se a proteína seria útil ou não na luta contra tipos medicamente induzidos ou outros de obesidade, nós não sabemos. Estudos sugerem, no entanto, que a presença do gene dentro de mamíferos pode promover a proteção contra a obesidade causada por escolhas alimentares. Quaisquer outras conclusões que os cientistas relatam podem ajudar as pessoas na prevenção de ganho de peso, perda de peso, e superar inseguranças causadas pela imagem corporal.

As pessoas preocupadas com o processo de envelhecimento podem estar interessadas em saber que o novo gene pode servir como um agente para controlar o metabolismo celular. Como o dano celular é um componente chave nos sinais visuais de envelhecimento, qualquer proteína que funcione como um amortecedor contra danos e ajude na regulação celular pode ser extremamente benéfica para aqueles que procuram remédios antienvelhecimento, bem como a cura do câncer e outras condições. Futuras descobertas feitas a partir da pesquisa do gene poderiam ajudar os cientistas a retardar o processo de envelhecimento de forma eficiente.

Antigos exploradores à procura de uma cura para todos os problemas de saúde podem nunca ter sequer sonhado encontrar esta proteína nas suas próprias veias, mas novos desenvolvimentos científicos poderão prolongar a vida útil projetada de pessoas no mundo. A fonte desta longevidade pode estar no corpo humano em si. Conforme os pesquisadores descobrem como a proteína funciona e a implementam no campo da medicina, a humanidade pode desfrutar de uma vida ainda mais longa. 



Clínica Weiss, centro de treinamento e referência em Dermatologia e Laser.

Clínica Weiss | Hugo Weiss Dermatologista

domingo, 28 de abril de 2013

Faça parte dessa rede: adote um cão

Nós criamos Weimaraners  por mais de dez anos. Decidimos parar de criar pela dificuldade de encontrar pessoas que entendessem o que significa ter um cão. Ao mesmo tempo observamos o crescimento da necessidade de pessoas que fizessem uma adoção consciente dos inúmeros animais abandonados que existem no nosso meio. Um animal, seja qual for, da mesma forma que os seres humanos, sente tristeza, medo, saudade, frio e dor.


O que você precisa pensar antes de adotar um cão:

A primeira coisa que deve ser avaliada é que um cão vive até quinze anos. Durante esse período você terá que assumir as responsabilidades sobre ele. Estude as características do animal a ser adotado levando em consideração o seu tamanho quando adulto e o que puder observar do seu temperamento.

Veja o espaço que você possui para conviver com ele. É importante se dar conta que trancar um animal no banheiro ou cozinha e deixa-lo sem companhia durante todo o dia não é uma atitude correta. Se isso acontecer, o animal poderá apresentar mudanças de comportamento, podendo inclusive entrar em depressão.

Questione as pessoas da casa se todos gostam de animais. Muitas vezes uma criança quer ter um bichinho de estimação em casa, mas se você e outros adultos não têm paciência para cuidá-lo ou passear com ele, esqueça, não adote.

Lembre-se de que os cães necessitam se exercitar ao menos uma vez ao dia, de afeto, cuidados veterinários e alimentação adequada. Você tem condições de aguentar esse aumento no orçamento doméstico?

Animais são seres vivos, e não são descartáveis. Vão se tornar seus amigos, sentir a sua falta, vão envelhecer, precisando sempre do seu apoio. Lembre-se que, mesmo quando você sair para as suas férias, o animal continuará precisando de todos os cuidados e apoio.

Assim, avalie cuidadosamente se você está preparado para adotar um animal. Ninguém gosta de ser abandonado! Agora, se decidir adotar, terás um grande amigo incondicional sempre ao seu lado.



Clínica Weiss, centro de treinamento e referência em Dermatologia e Laser.

Clínica Weiss | Hugo Weiss Dermatologista

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Colágeno é bom para a pele e para a flacidez?

Estamos percebendo uma verdadeira "febre" de lançamentos e de marcas de produtos à base de colágeno. São consumidos na forma de balas, sucos, pós ou shakes. Isso provavelmente deve-se à liberação, pelo FDA e pela ANVISA do colágeno como suplemento alimentar.
As promessas são fantásticas e milagrosas, e vão desde a melhora da artrite até deixar a sua pele e bumbum durinhos.

Nem todo modismo é bom e saudável

Como sempre, o seu humano, mesmo sendo inteligente, adora acreditar em soluções miraculosas. É como se de repente parasse de analisar os fatos. Óbvio que, se um produto fizesse isso tudo, já estaria patenteado por grandes corporações e vendido por milhares de reais.



Afinal, o que é o colágeno?

O colágeno é uma proteína, presente em todos os órgãos do nosso corpo, em graus variáveis. Existem doze tipo de colágeno, com predomínio de um ou mais tipos em cada órgão. Como todas as proteínas, é formado por aminoácidos, que, reunidos, formam o todo, que é a molécula proteica. Dessa forma, ao ser ingerido, o colágeno é quebrado em suas unidades de aminoácidos para poder ser absorvido no tubo digestivo. Após a sua absorção, esses aminoácidos serão utilizados das formas mais variadas possíveis, não necessariamente formando colágeno. Além disso, se não forem utilizados, são armazenados sob a forma de gordura.
O organismo produz o seu próprio colágeno, e numa mesma área, como a pele, temos mais de um tipo de colágeno.

E o que podemos fazer para melhorar a produção do colágeno?

A sua alimentação, se equilibrada, providenciará todos os aminoácidos que o seu organismo necessita. Se você não come carne ou outro alimento de origem animal, aposte nos feijões, incluindo a soja. Caso contrário, um bife pequeno já lhe fornecerá toda a proteína que necessita. Isso é muito melhor que tomar um pó ou cápsulas de origem não esclarecida. Mas o nosso corpo não vive só de proteínas. Ele necessita de vitaminas, micronutrientes, alimentação balanceada, exercícios físicos e muita, muita água!
Na Clínica, quando realizamos procedimentos para rejuvenescimento e para firmar a pele, nunca esquecemos da importância da vitamina C, do zinco e do silício, só para citar os mais importantes.
Uma visita ao nutrólogo ou nutricionista poderá lhe ajudar muito, orientando no equilíbrio da dieta e suplementação das necessidades diárias.

Ou seja, não existe "pó mágico" para deixar a sua pele com aspecto saudável, mais elástica ou que substitua uma dieta saudável e exercícios físicos, diz Hugo Weiss dermatologista.




quinta-feira, 25 de abril de 2013

Como tratar as manchas das mãos

"Todos os dias, no consultório, ouço os pacientes se queixarem das 'manchas da idade' que têm no dorso das mãos, e que, independentemente da idade, sexo e classe social, todos desejam remover", diz Hugo Weiss, dermatologista. Poucas alterações da pele são tão associadas à velhice como as indesejadas manchas que aparecem no dorso das mãos.


Como tratar as manchas das mãos | Clínica Weiss | Hugo Weiss Dermatologista

O que são essas “manchas da idade”?
Em primeiro lugar, não existem “manchas da idade”. Essas manchas marrons, planas, que aparecem em áreas descobertas, são, na realidade, manchas causadas pelo sol. Chamadas melanoses solares,  é fácil comprovar a sua origem:  basta olhas as áreas que nunca estão expostas, como as axilas, por exemplo, e verificar que nessas áreas não acontecem essas indesejadas manchinhas.

Em que idade estas manchas surgem?
Não existe uma idade estabelecida para o seu aparecimento. Como são causadas pela exposição crônica ao sol, as peles mais claras são as que apresentam estas alterações mais precocemente. Pessoas que permanecem mais tempo ao ar livre, seja pelo seu trabalho, seja pela prática de esportes, normalmente têm as manchas mais cedo.

Como posso remover essas manchas?
Abaixo veremos as principais maneiras de tratar essas manchas que tanto incomodam:

  • Cremes contendo ácidos: Aplicar, todas as noites, cremes ou loções contendo ácido retinóico associado a um agente clareador, como a hidroquinona ou o ácido tranexâmico. Seu dermatologista identificará a melhor associação e concentrações para você. Tem como problema a necessidade de muitos meses de aplicação diária, e a manutenção das aplicações, poucos meses após, na maioria dos casos.
  • Luz intensa pulsada: Este é um tratamento bastante eficaz, que envolve aplicações de luz intensa pulsada no local. Em geral são realizadas três sessões. Imediatamente após a aplicação tem-se uma sensação de calor. As manchas ficam temporariamente mais escuras e pode haver a formação de “casquinhas” sobre elas, que saem após cerca de uma semana. As manchas, ao final do tratamento, terão diminuído muito em número e intensidade de coloração.
  • Spectra Laser Toning:  É a grande novidade, e está sendo muito bem aceito, pois, em uma única sessão, remove praticamente todas as manchas. Imediatamente após a sua aplicação, a área tratada fica avermelhada, com pontinhos vinhosos, que progredirão para “casquinhas” delicadas as quais, após caírem, deixam uma pele novinha e rósea. Após poucos dias a pele uniformiza a sua cor. Pode ser usado também nas melanoses solares presentes em outras regiões, como face, colo e antebraços.
Independentemente da técnica utilizada, é fundamental a aplicação de filtro solar diariamente, lembrando-se de reaplica-lo após lavar as mãos. Lembre-se que o envelhecimento da pele está diretamente relacionado com a exposição errada ao sol.




Clínica Weiss, centro de treinamento e referência em Dermatologia e Laser.

Clínica Weiss | Hugo Weiss Dermatologista


terça-feira, 23 de abril de 2013

Homens: remoção dos pelos nas costas

Um dos maiores desejos estéticos do homem é remover os pelos das costas. Muitos homens não se sentem confortáveis com o excesso de pelos nessa área, que causam constrangimento social. Por isso, acabam lançando mão de tratamentos transitórios e paliativos, como a depilação com cera que. além de necessitar uma manutenção, em geral quinzenal, pode provocar pequenos focos de inflamação na fase em que o pelo está crescendo - as desagradáveis foliculites.

 Remoção de pelos nas costas | Clínica Weiss | Hugo Weiss Dermatologia


Para esses homens está indicada a depilação com laser e/ou luz pulsada. E essa é a melhor época para realizar o tratamento. Com a velocidade atual dos aparelhos de laser e luz pulsada, este processo se tornou mais agradável e rápido.

Como funciona?
Um feixe concentrado de luz é lançado contra os pelos que se quer remover nas costas. A luz lançada é absorvida pela cor que se encontra no interior do pelo, danificando ou destruindo o folículo piloso. Com isso o pelo não cresce ou demora muito a crescer.

Melhores candidatos:
O laser e a luz pulsada preferem trabalhar em pessoas com pele clara e pelo escuro e o mais espesso possível. A Clínica Weiss, por possuir equipamento tanto de luz pulsada quanto de laser, permite ao médico decidir pela melhor técnica durante a consulta de avaliação.

Duração e número de sessões:
Normalmente são necessários de seis a oito tratamentos para atingir o resultado esperado. Cada tratamento dura em torno de quarenta minutos.

Completando o tratamento:
Quando o número de sessões necessárias é atingido, os resultados são muito duradouros ou permanentes. Muitos pacientes necessitam um retoque anual.

Ficando bem claro:
  • Como os cabelos crescem em ciclos, muitos no dia da sessão estarão “adormecidos”, não sendo afetados pelos raios a eles dirigidos. Por isso, múltiplas sessões são necessárias.
  • O tratamento é acompanhado de ar resfriado e, às vezes, com cremes anestésicos, dependendo do grau que cada um tem de sensibilidade na pele.
  • A pele não pode estar bronzeada quando das sessões, nem deve se expor  a área tratada diretamente ao sol ou bronzeamento artificial.
  •   Se surgir qualquer reação adversa, como bolhas ou crostas, seu compromisso  é contatar a clínica. Esses efeitos são muito raros e podem ser solucionados,
"Se você não quiser conviver com esse desconforto, agende a sua avaliação e comece o seu tratamento
Além dos equipamentos de alta tecnologia, oferecemos a você os mais de quinze anos de experiência. Faça e fique tranquilo", diz Hugo Weiss, dermatologista.



Clínica Weiss, centro de treinamento e referência em Dermatologia e Laser.

Clínica Weiss | Hugo Weiss Dermatologista

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Cinco dicas para quem usa ácido retinóico

"Considero o ácido retinóico, junto com o protetor solar, como os principais produtos de aplicação tópica e em casa, no tratamento do envelhecimento da pele. O ácido retinóico é um produto muito usado. Com isso, nós médicos recebemos inúmeras perguntas a respeito da sua correta aplicação e de quais os produtos que podem ser usados conjuntamente", conta Hugo Weiss, dermatologista. Veja abaixo cinco dicas para quem utiliza este produto.

Cinco dicas para quem usa ácido retinóico | Clínica Weiss | Hugo Weiss Dermatologista

  1. Como é um produto que pode trazer sensibilidade à pele, devemos “treinar” a nossa pele para usá-lo sem transtornos. Normalmente solicitamos ao paciente, no início do tratamento (em torno de dez a quinze dias), que a aplicação seja feita em noites alternadas, depois da pele ser higienizada com sabonete suave e cuidadosamente seca.Nos dias em que a mudança de temperatura para frio é acentuada, aumenta o ressecamento da pele
  2. Relembrando: o ácido retinóico (tretinoína) é aplicado à noite. Como é um produto que com a luz do dia pode causar irritação na pele, o seu uso é noturno, ao deitar-se. Pela manhã lave bem a área tratada e em seguida aplique o filtro solar e cosméticos.
  3. Alguns produtos aumentam demais a ação do ácido retinóico. Vários outros ácidos, como o glicólico, o ácido salicílico, e o peróxido de benzoíla não devem ser associados ao ácido retinóico.
  4.  Quem faz depilação na face, principalmente na região do buço, deve ter um cuidado especial.  A pele fica muito mais sensível e pode apresentar irritação severa e até mesmo escoriações. Quando for necessário fazer depilação, suspenda o uso do ácido cerca de três dias antes e aplique um hidratante suave nesta região, à noite. Com o tempo esse cuidado torna-se desnecessário.
  5. Qual a quantidade que devo usar? Para a grande maioria das pessoas a quantidade correspondente a três ervilhas pequenas, suavemente espalhadas sobre a pele é o suficiente. Evite as pálpebras, as dobras do nariz e os lábios. Lembre-se que o pescoço é muito mais sensível que a face.
Seja manipulado ou industrializado, o seu médico indicará doses crescentes do produto, normalmente iniciando com uma concentração de 0,0025% em creme emoliente ou gel. "Esse produto, usado adequadamente, surpreende as pessoas pelo  resultado superior conseguido em curto espaço de tempo, por um preço inferior a muitos produtos considerados como 'top' de linha", diz Hugo Weiss.



Clínica Weiss, centro de treinamento e referência em Dermatologia e Laser.

Clínica Weiss | Hugo Weiss Dermatologista

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Rugas na testa: evite-as e as suavize

O surgimento das marcas de expressão no rosto são naturais à medida que o tempo passa. Porém, essas marcas também são muito inconvenientes. Felizmente, tratamentos e procedimentos dermatológicos podem diminuir o aparecimento de rugas ou atenuar o aspecto das já existentes. Veja abaixo algumas dicas que podem lhe ajudar!

Rugas na testa: evite-as e as suavize | Clínica Weiss | Hugo Weiss Dermatologia

  • Cremes Faciais: um dos melhores métodos para evitar o surgimento de rugas é manter o seu rosto hidratado. Algumas loções contribuem para o rejuvenescimento da pele com a produção de novas células, o que mantém o aspecto jovem do rosto por mais tempo.
  • Botox: caso as rugas da testa sejam muito acentuadas, talvez loções hidratantes não sejam o suficientes. De modo que, assim, muitos optem pelo Botox. O procedimento paralisa os músculos da face, impedindo o surgimento de novas rugas e suavizando o aspecto das que já se apresentavam na área aplicada. O processo é praticamente indolor e os resultados podem ser percebidos num curto período de tempo.
  • Ginástica facial: sim, a musculatura do rosto também pode ser exercitada! Experimente franzir o cenho e erguer as sobrancelhas (como que fazendo uma cara de espanto) várias vezes. S for praticado numa base regular, o procedimento pode ajudar a reduzir o surgimento de rugas na testa. 
  • Filtro solar: sempre insistimos nisso. As radiações solares, junto com o habito de fumar e o fato de beber pouca água fazem mal para nossa pele. Aplique filtro solar diariamente, mesmo em dias nublados ou chuvosos.  
       
As rugas na testa passam a impressão de fisionomia carregada, fechada. Parece que a pessoa está brava. Quando olhamos para uma pessoa, inconscientemente fazemos uma leitura de seu estado de espírito. Suavizando as linhas de expressão e rugas, facilitamos  a aproximação calma , pois é essa a sensação que passamos. "Pois é, um sorriso, um olhar e a face de aparência tranquila facilitam nossos relacionamentos sociais", afirma Hugo Weiss dermatologista.



Clínica Weiss, centro de treinamento e referência em Dermatologia e Laser.

Clínica Weiss | Hugo Weiss Dermatologista



quinta-feira, 18 de abril de 2013

Dicas sobre os cuidados com crianças

Os cuidados com a saúde devem começar desde cedo. Isso significa que, desde crianças, devemos ter uma boa alimentação, beber bastante água, ter hábitos higiênicos, etc. Os cuidados com a pele também não ficam de fora. É muito importante que os pais fiquem atentos à manchas, alergias, coceiras e outros sinais que podem aparecer na pele da criança. Veja nossas dicas abaixo!

Dicas sobre cuidados com as crianças | Clínica Weiss | Hugo Weiss Dermatologia


  • Se repentinamente surgem pequenas “bolinhas”, de consistência dura e quase transparentes, que vão se espalhando, é quase certo de que se trate de uma doença causada por um vírus, que se chama molusco contagioso. Vá direto ao dermatologista para tomar alguma atitude de tratá-las antes que se espalhem.
  • Se de repente aparecem manchas avermelhadas, arredondadas, com casquinhas amarelas no seu interior, por muitos consideradas como parecidas com uma queimadura de cigarro, a tendência é que se trate de um impetigo causado por estafilococo, uma bactéria muito freqüente. Nada de farmácia, ou opinião de pessoas leigas. Vá ao seu médico de confiança.
  • Se de repente seu filho se queixar de coceira na cabeça e apresentar bolinhas vermelhas na nuca, principalmente se está indo à escola, a probabilidade é que se trate de piolho. Mesmo que você não encontre lêndeas ou o próprio piolho, a conduta correta é buscar assistência médica. Mais uma vez, nada de automedicação.
  • Se logo após o período de praia, ou mesmo durante, e aparecer uma bolinha avermelhada, que coça muito e logo começa a desenhar um trajeto que simula um mapa, é quase certo tratar-se da larva migrans. Em vez de deixar seu filho sofrendo da coceira e deixar o quadro aumentar, vá ao seu dermatologista.
  • Se o seu filho sofre ou sofreu de asma, bronquite e com freqüência aparece com ardência e descamação nas bochechas, nas axilas, nas virilhas, nas dobras das nádegas e dos joelhos, pode ser dermatite atópica, doença cada vez mais freqüente e, que corresponde na pele, à asma e à rinite alérgica. Diminua a temperatura da água do banho, hidrate seu filho com freqüência, esqueça os “palpiteiros” e procure seu dermatologista de confiança.
  • A prevenção ao câncer da pele e ao envelhecimento precoce começam cedo. Saiba mais sobre isso no nosso post "Posso passear com meu bebê no sol?", clicando aqui.

"Esperamos ter ajudado. As indicações que demos não substituem o exame médico, são orientações gerais. Não automedique seu filho. O médico de sua confiança é o grande aliado da saúde e bem-estar do seu maior bem", diz Hugo Weiss dermatologista.



Clínica Weiss, centro de treinamento e referência em Dermatologia e Laser.

Clínica Weiss | Hugo Weiss Dermatologista

terça-feira, 16 de abril de 2013

Cuidados com a pele e cabelos secos

Como ontem falamos sobre a oleosidade da pele e dos cabelos, hoje, vamos falar dos cuidados que quem tem a pele e os cabelos ressecados têm que tomar. Principalmente nessa época do ano, quando os banhos se tornam mais quentes, esses cuidados devem ser redobrados. Algumas dicas práticas podem ajudar a manter sua pele e cabelos saudáveis.

Cuidados com a pele e cabelos secos | Clínica Weiss | Hugo Weiss Dermatologista

Cuidados com a pele seca:


  • Não use bucha e use pouco sabonete. Com isso você está protegendo a hidratação natural da pele. O melhor sabonete para você é pouco sabonete, de preferência suave;
  • Banhos muito quentes são prejudiciais para o seu tipo de pele. Assim que tomar banho, você tem cerca de três minutos para, com a pele ainda úmida, usar e abusar de hidratante no seu corpo. O dermatologista sabe exatamente qual o hidratante para ser usado na sua pele;
  • Um banho por dia é suficiente. Procure usar sabonete nas áreas de dobra da pele. Se tomar mais de um banho, um deles deve ser sem sabonete;
  • Tomar bastante água, evitar frituras e ingerir alimentos naturais e não industrializados auxiliará bastante na saúde de sua pele;
  • Gotas de óleo de oliva extravirgem, massageados nas palmas e plantas, cotovelos e joelhos, deixarão essas regiões suavizadas.

Cuidados com os cabelos secos:



  • Os cabelos secos tendem a ser mais frágeis, e terem fios quebrados com maior facilidade. O uso frequente de produtos químicos, como os utilizados em colorações ou alisamentos, poderá deixar o seu cabelo mais ressecado, com pontas duplas;
  • Evite secadores com calor intenso;
  • Fazer escova e pentear frequentemente os cabelos são atitudes erradas;
  • O dermatologista poderá personalizar o tipo de xampu, condicionadores e regeneradores de pontas. 


Clínica Weiss, centro de treinamento e referência em Dermatologia e Laser.

Clínica Weiss | Hugo Weiss Dermatologista

segunda-feira, 15 de abril de 2013

Cuidados com a pele e cabelos oleosos

Cabelos e peles oleosas são muito frequentes no Rio Grande do Sul, e tal quadro é agravado pela alta umidade e trocas rápidas de temperatura, típicos do clima da região. A oleosidade causa muito desconforto por conferir um aspecto brilhante, “poros” dilatados e tendência à acne. Os cabelos ficam com um aspecto “pesado” e sem brilho, precisando ser lavados com mais frequência.

Cuidados com a pele e cabelos oleosos | Clínica Weiss | Hugo Weiss Dermatologista


Cuidados com a pele oleosa:


  • Se você observar vermelhidão e descamação junto com a oleosidade, evite usar produtos por conta própria. Deve ser dermatite seborreica. Procure os cuidados de uma dermatologista;
  •  Evite lavar frequentemente a pele com sabonetes abrasivos, pois você poderá estimular as glândulas sebáceas a produzirem mais oleosidade;
  • Procure não lavar a face com água muito quente. Evite alimentos a base de leite ou com muito carboidrato;
  • Legumes, frutas e verduras são indicados;
  • Beba bastante água, no mínimo dois litros por dia;
  • Pele oleosa não significa pele hidratada. Procure usar hidratantes apropriados, em loção ou gel;
  • Use diariamente filtro solar livre de óleo;
  • Use sabonete abrasivo à noite, antes de deitar, duas a três vezes na semana;
  • Ao se maquiar dê preferência aos produtos livres de óleo. Use como base um produto matificante, que absorve o óleo da pele e não a água. Evite bases densas que podem obstruir os poros, acentuar a oleosidade e até causar acne. 

Cuidados com os cabelos oleosos:



  • Use xampu adstringente e que não contenha condicionadores na sua composição;
  • Aplique o condicionador longe da raiz dos cabelos;  
  •  O xampu não deve ser aplicado diretamente no couro cabeludo.  Fique atento à temperatura da água ao lavar os cabelos, evitando temperaturas muito elevadas;
  • Se necessário, lave o couro cabeludo diariamente.
  • Siga as mesmas condutas alimentares indicados para a pele oleosa, além de beber muita água;
  • Se você observar que a oleosidade não consegue ser controlada com os xampus comuns e você apresenta caspa e coceira, procure um dermatologista para um tratamento eficiente;
  •  Hoje é muito frequente encontrar pessoas que possuem o couro cabeludo oleoso e os fios dos cabelos ressecados por procedimentos químicos como tinturas, alisamentos e outros.  Procure usar xampus o mais suaves possível. 



  • "Siga esses conselhos. Você e sua pele agradecerão", aponta Hugo Weiss dermatologista.



    Clínica Weiss, centro de treinamento e referência em Dermatologia e Laser.

    Clínica Weiss | Hugo Weiss Dermatologista

    sexta-feira, 12 de abril de 2013

    Jaguarão : a very beautiful city (uma bela cidade)








    O estresse, sua vida e a pele

    Parece uma afirmação absurda, mas não vivemos sem um determinado grau de estresse. Mas se ficamos "pilhados" demais, elevamos a pressão cardíaca, criamos gastrite, dormimos mal, ficamos deprimidos, pioramos nossas relações interpessoais e perdemos muito da nossa capacidade de trabalho, para citar alguns dos efeitos ruins. E o tipo  de sociedade que nós criamos favorece essa verdadeira "loucura".



    Além de ser uma das doenças que mais matam nos dias de hoje, o estresse faz  as  pessoas  parecerem mais velhas do que realmente são. Todos sabemos como é complicado encontrarmos colegas ou amigos que não vemos há muito tempo e ver que eles aparentam estar bem mais jovens. Nos sentimos inferiorizados. Embora o estresse afete todo o corpo, um dos primeiros lugares em que ele começa a se mostrar é sobre as áreas faciais e do pescoço em forma de rugas, olhos com bolsas e caídos, além da acentuação dos sulcos.

    1. Tensão Muscular

    Reforçando muito do colocado na introdução, relembramos mais problemas desagradáveis, tais como ranger dos dentes durante o sono, batimentos cardíacos acelerados, derrame e infarto, aumento de fadiga crônica, insônia, aumento de peso, distúrbios digestivos, hipertensão e dores de cabeça. Embora possa parecer estranho, o resultado do organismo funcionar mais rápido do que deveria pode levar o corpo a envelhecer mais rápido. Isso é devido ao fato de que todos esses sintomas são extremamente insalubres para nós, porque eles colocam um monte de estresse físico em nossos corpos. Como analogia pense num automóvel andando sempre a 180 km/hora, sem troca de óleo, sem água no radiador, sem calibrar os pneus, sem cuidar do freio, sem manutenção Por exemplo, quando se tem dor de cabeça por contratura muscular, podemos estar sobrecarregando a articulação temporomandibular e entre outras coisas, tensionando e   franzindo o cenho, o que resulta no aparecimento precoce de rugas na testa.

    2. Alterações no peso e outras disfunções internas

    O estresse provoca em uma série de pessoas a não comer ou comer demais, e de forma errônea, o que também pode levar ao envelhecimento prematuro do corpo. Quando uma pessoa perde muito peso em um curto período de tempo, geralmente isso pode ser percebido na face, em forma de rugas ou olheiras. Isso também acontece com pessoas que sofrem de insônia devido ao estresse. A falta de sono geralmente significa que o corpo não tem tempo suficiente para rejuvenescer e restaurar as células da pele enfraquecidas.O corpo e a mente não descansam. Ao eliminar o máximo estresse desnecessário quanto possível de sua rotina, você pode resolver o problema insônia também. Uma vez que isso for resolvido, uma das causas que levam a envelhecer mais do que deveria está sendo controlado.

    3. Maus Hábitos

    Quando submetidas a muito estresse, muitas pessoas procuram uma “muleta” que as faça ajudá-las a lidar com isso. Infelizmente, isso muitas vezes vem na forma de consumo excessivo de álcool ou  fumo e drogas. Embora muitas pessoas não associem esses hábitos com o envelhecimento prematuro, eles realmente desempenham um papel enorme devido ao fato de que tanto a fumaça de cigarro quanto o álcool levam ao envelhecimento precoce, especialmente na área facial. O álcool tem um efeito desidratante no corpo, que não só afeta os órgãos internos do corpo, mas também a pele. Óbvio que não esquecemos do fígado e de outros órgãos. "Os produtos químicos encontrados nos cigarros são muito prejudiciais e aceleram o processo de envelhecimento, especialmente em mulheres", aponta Hugo Weiss dermatologista.

    A fim de ajudar a combater os efeitos do estresse sobre o rosto, é importante garantir que você tome os cuidados necessários para sua pele, como beber muita água e usar protetor solar de boa qualidade quando passar qualquer período de tempo ao ar livre.

    A vida é bela, procure ser feliz e usufruí-la. Conviva com as pessoas que você gosta. Festeje com elas. Trabalhe em uma profissão que lhe dê prazer. Ame muito mais do que odeie. Afaste as coisa más de sua vida. Ela é mais curta do que pensamos, aproveite-a. 



    Clínica Weiss, centro de treinamento e referência em Dermatologia e Laser.

    Clínica Weiss | Hugo Weiss Dermatologista